segunda-feira, 10 de março de 2008

Vou indo...


"Não, eu não posso lembrar que te amei... Não, eu preciso esquecer que sofri. Faça de conta que o tempo passou. E que tudo entre nós terminou. E que a vida não continuou pra nós dois. Caminhemos, talvez nos vejamos depois. Vida comprida, estrada alongada. Parto à procura de alguém ou à procura de nada...Vou indo, caminhando sem saber onde chegar talvez que na volta te encontre no mesmo lugar..."

7 comentários:

Ícaro Vinícius disse...

Tudo é superado! Tudo! De um jeito ou de outro...


Passa lá no meu...
http://osonhodeicaro.blogspot.com/



Abraços!!!!

Ma Amélie. disse...

eu estou indo ao encontro de nada!
suahsuahsua

não espero por nada..que venha o que quiser vir!!!
vamo que vamo né?
(ai que coisa mais breeega!)
asuashaushuahsaushauhsuas

valeu pela visita!

beijãO!

Sr. Sem sono disse...

Gosto da sinceridade do seu blog! Você derrama sua alma por aqui, isso fa deste lugar um bom lugar. Não deixa sua alma se perturbar com o que vem com o amanhã, desfruta do presente, vale mais a pena!

Obrigado pelo apoio de sempre!!

Bjao!

Maggie Castelo disse...

"Caminhemos, talvez nos vejamos depois. Vida comprida, estrada alongada."


Nem preciso dizer que adorei...

Anne Costa disse...

Joyce lindinha, crescir ouvindo essa música com o Nelson Gonçalves...me deu até um tico de nostalgia agora...meu pai ama essa música e quando ele toca violão em família,ele sempre canta esta.rsrs

Beijokas!!!

Ps: Mas vc é tão novinha,porque tanta melancolia?rsrs

mmm'c disse...

Viver a vida intensamente...é isso que significa VIVER e mais uma vez você demonstra isso em tão poucas palavras!!!

Bjo

kAtHy° disse...

Oi..
obg por ter comentando no meeu.
rsrrs
eh realmente a vida pra mim nao tem sido nada facil...
mas valeu pela torcida..
ah!
adoreei o seeu..

bjim..