sexta-feira, 8 de julho de 2011

De volta ...




É tanta bagunça, tanta confusão
Tanta gente, tanta destruição.
Ilusão, incerteza e traição
Mas isso, eu não mereço não

Pessoas sem palavras
Pessoas perturbadas
Pessoas inexistentes
Pessoas revoltadas

Eu vou é mesmo é voltar pro meu mundo
Onde pessoas são felizes
Onde amizade existe
Onde o amor não tem cicatrizes
Lá, é de onde eu tenho minhas raízes

Quis mudar de mundo, te apresentar o meu
Mas você se fez de bobo e não me escolheu
Te mostrei o melhor caminho
E você nem mereceu ...

Boa sorte é o que desejo
As pessoas são injustas, eu vejo
Mas a vida é assim e às vezes engana
Devemos estar por perto mesmo é de quem a gente ama.

Um comentário:

Lohaine Trajano disse...

que lindo, de verdade.